terça-feira, 15 de outubro de 2013

POMBOS CORREIO REALMENTE EXISTEM E PODEM SER ADESTRADOS POR QUALQUER UM:


Se você tiver o tempo e o espaço de treino necessário, os pombos podem ser adestrados facilmente para levar cartas para determinados lugares
Por Ian Castelli em 12/10/2013




Os pombos são aves heroicas que percorrem grandes distâncias e que foram utilizados como mensageiros há séculos – principalmente antes de Cristo, já que cidades inteiras se comunicavam com o auxílio desses pássaros. Na Síria e na Pérsia as cidades transmitiam recados desse modo, evitando grandes caminhadas de mensageiros que poderiam demorar muito tempo para chegar ou correr o risco de cruzar com assaltantes. Os pombos realmente conseguiam levar as mensagens, porém às vezes se perdiam quando entravam em terrenos pouco conhecidos.
Pombos desempregados

Hoje, graças ao avanço das tecnologias, isso já não é mais necessário, pois o treinamento desses animais voadores é um tanto penoso. Embora os verdadeiros pombos-correios sejam muito raros (e totalmente diferentes dos pombos que vemos nas cidades), as aves mais comuns também podem ser treinadas para esse tipo de trabalho. Vejam algumas instruções de como criar seus próprios pombos-correios, segundo o site E-How:
1 – Os pombos são pássaros que se afeiçoam aos seus donos, por isso é necessário passar um tempo diário ao lado deles para que se acostumem com você.
2 – É preciso ter um alojamento adequado para esses pássaros. O local deve ser bastante arejado, porém sem possuir correntes de ar, preferencialmente em um lugar alto da casa – como o sótão ou algo similar.
3 – Comece a treinar seus pombos ao acostumar eles com as viagens, os carregando em cestinhas por pelo menos uma ou duas horas diárias. Deixe-os nesses espaços até eles percebam que é algo normal.
4 – Leve os pombos-correios a mais ou menos um quilômetro de distância da sua casa no primeiro voo. Solte-os e espere por eles em casa pacientemente (como no sótão que dissemos ou em outro espaço que você criou). Quando eles chegarem, os recompense com pequenos alimentos. Se não chegarem, bom, você já sabe que eles não têm talento para o serviço.
5 – Gradualmente aumente as distâncias dos voos até em casa, em aproximadamente um quilômetro em cada tentativa. Quando o distanciamento foi superior a 10 milhas, comece a soltar os pombos em pares ou sozinhos e não mais em grupos – eles devem ficar mais independentes.
6 – Aumente a distância até 70 milhas, que é um distanciamento bom para os pombos-correios realizarem sua primeira viagem. Algumas raças podem voar por centenas de quilômetros se conhecerem os caminhos, porém devem estar devidamente preparadas (saudáveis e bem descansadas).
7 – Finalmente, anexe as mensagens nas pequenas perninhas dos pombos em pequenas cápsulas. E, pronto, depois de alguns meses de treinamento e horas de dedicação, você já pode realizar o primeiro teste. Só esperamos que o pombo-correio ache o caminho certo.

Segundo o site E-How, esses são alguns dos procedimentos necessários para transformar meros pombos em pombos-correios. E você, vai querer treinar alguns pombos? Ou é melhor mesmo se render às praticidades do mundo moderno e só mandar um email?

FonteE-How Deter a Pigeon