quinta-feira, 16 de outubro de 2014

COMO HOMENS E MULHERES SE SENTEM AO SEREM TRAÍDOS, SEGUNDO A CIÊNCIA:



Fonte: Think Stock
Se nos basearmos nas novelas e tablóides, parece que trair e iniciar um novo relacionamento são tendências do momento. Mas independente de quão popular isso tudo seja, como as pessoas realmente se sentem fazendo isso? Um novo estudo da TV USA Network tentou descobrir e os resultados não são positivos para os românticos esperançosos lá fora. Descubra o que a ciência encontrou quando o assunto é como homens e mulheres se sentem ao serem traídos.

Trair é errado, a menos que você não seja pego
Não tem jeito, falou em traição parece que há um padrão. 82% dos entrevistados disseram que tem tolerância zero para traição em seus relacionamentos; quase a mesma porcentagem —81% — também vale para os que trairiam se não houvesse consequências. Bem, pra ser sincero, faríamos muitas coisas se não tivéssemos que pagar pelas consequências.



Fonte: Think Stock

Certos tipos de traição são meio que aceitos
Pouco mais da metade das pessoas afirmou acreditar que existem razões justificáveis pra pular a cerca. Curiosamente, a razão mais aceitável para justificar a traição era voltar para um ex que foi infiel primeiro. Desde quando dois parceiros traidores levam a um relacionamento feliz?

A tecnologia facilita a traição
Uma coisa era muito clara nesse estudo. A tecnologia, desde o Tinder à mensagem de texto, tornou a traição definitivamente mais fácil e tentadora, já que 86% dos entrevistados confirmaram isso. E só porque tudo começa online, não significa que a relação vai ficar presa apenas nisso. Somente 31% admitiram trair no meio digital, e não físico.



Fonte: Think Stock

É (mais) prejudicial fantasiar
Mas e aqueles amantes que não terminam a conversa no quarto? Eles são considerados traidores ou não passam de “meras fantasias”? Curiosamente, enquanto 19% dos homens e 13.5% das mulheres admitiram ter desenvolvido sentimentos românticos por alguém que seguem online (mas não conhecem na vida real), e 48% dos entrevistados também disseram que não sentem culpa por já ter fantasiado sobre outra pessoa. Além disso, gostar de alguém de fora de seu relacionamento é a receita para o desastre.

Monogamia pode não ser tão realista
A maioria das pessoas na pesquisa concordou que a monogamia é uma “expectativa social, mas não uma realidade biológica”, enquanto 45% das pessoas afirmaram que a ter múltimos parceiros de longo-prazo seria mais realista. Um em cada cinco homens prefere um relacionamento monogâmico…embora não tenhamos certeza do que isso implica.

Mas, claro, não deixe que essas pesquisas te desanimem — afinal, a TV entrevistou apenas mil pessoas. É possível que nem todo mundo partilhe desse pensamento.

Leia também:
Sete atitudes que a fazem querer te trair
Relógio da traição
Traição discreta faz bem ao casamento
Pegajosos têm mais tendência a traição